terça-feira, 20 de junho de 2017

Sentidos

Ver além dos olhos, visualizar teu ser,
Olhar tempestade, e a calma no mar;
Corar quando a nudez, se manifestar,
Crer, esperar, mesmo sem entender...

Sorver cada palavra tua, tomar, beber,
Saborear a liquidez de tua alma, poetar;
Versar como se roubasse a calma, amar,
Embriagada de instantes; sóbria e calada.

Aspirar o perfume dos versos, se extasiar,
Contar cada letra desse universo, apontar;
Direção tão certa, por certo, o teu coração,
Derramar em tuas mãos poesia e perfumar.

Tocar displicentemente tua pele, e levitar,
Agraciada com  tua proteção, apaixonada;
Mente e coração, plantar a pura semente,
Deixar crescer o amor, florir, sem desleixar.

Ouvir a voz, que vento calminho, deixa vir,
Paz, é o sentimento  que vem, e que traz;
Arranjo para  harmonizar, canção de anjo,
Querubim, beija essa flor, cuida de mim...

Meri Viero