quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

ABENÇOADO AMOR

Dispa-se de tua melhor roupagem
Deixe-se ver, sem pudores
Que o espelho reflita tua imagem
Ao vivo, e em tantas cores

Dispa-se do silêncio constrangedor
E toque suave meu coração
Reflita em nós todo esse belo amor
Abençoado em cada oração

Dispa-me dos medos bobos, tolos
Deixarei que me veja, então
E os voos, já não serão mais solos
Nos uniremos em inspiração.

Meri Viero