domingo, 6 de novembro de 2016

Êxtase

Ah! Levastes um pouco da saudade
Quando na brevidade voltastes
Deixastes gostinho de felicidade
No sorriso que ofertastes

Como tempo não corrompido
Um toque sutil, despertando libido
Um tontear dos sentidos
Um sussurrar, um leve sonido

Ah! E a paz teve a doçura e a leveza
Que adentrou à alma, e desperta
Diante de tanta delicadeza
Deixou-se embalar por canção tão certa.

Meri Viero