quarta-feira, 16 de novembro de 2016

CLAREIA...

Clareira, clara seja a escuridão
Verdade, sinceridade, honestidade
Palavras benditas ao coração
Luz à noite, clareando a cidade

E as sombras não trarão os medos
As pedras não causarão mais quedas
E as portas não abrigarão segredos
Clareia a mente, cura sem sequelas

Pois cor amarela significa atenção
Que seja o verde predominando
Aquarelando também a razão
Pois a vida é feito trem serpenteando

Para em algumas estações, mas segue
Então coragem, para dor e para o bem
A verdade mais dolorida, não negue
Paz no coração, se quer, e poucos tem.

Meri Viero