segunda-feira, 28 de novembro de 2016

AROMA SUAVE

Alegria é quando poesia verte
E a arte flerta com a vida
Alquimia que então converte
Dor em amor, e fecha a ferida

Alegria quando mãos escrevem
Suavizam a noite cinzenta
E que esses pensamentos levem
Ao coração o doce e a pimenta

Mistura agridoce que paladar aceita
De aroma suave, desperta os sentidos
Então, como uma boa receita
Recebe sempre mais que um pedido

Meri Viero