quarta-feira, 19 de outubro de 2016

SILÊNCIO...

Estou construindo pensamentos
Precisam de fundação, alicerces
Calma, é só por um momento...
Depois deixarei que me cerques

Silêncio...

A semente foi jogada ao solo
Eis a mágica que irá acontecer
Mãe natureza emprestando colo
Para alimentar também o ser

Silêncio

Cala a voz... E presta atenção
Pássaros, vento, animais, falam
Mas precisa de silêncio; percepção
E ouvirá até as vozes que calam.

Meri Viero