quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Não serão bobagens...

Serão momentos especiais
Meia luz, claridade, escuridão
Na Terra ou espaços siderais
Planetas, sol e constelação

Bagagens leves, livres seres
E a vida passando sem susto
Entre amar, amor e deveres
Sal e açúcar, tudo tão justo

Bobagens entre as paisagens
No silêncio então confiscado
Revirando o chão, sons, imagens
Feito fio, desafio, e bordado.

Meri Viero