sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Inquieta Sina

Nuvens embaçaram o céu, parecia triste
Um convite para o frio tão insistente
Um risco aqui e ali, e a linha persiste
Escrevendo em letras tortas o presente

A brisa era beijo tentando amornar
A tarde que passava  mais devagar
Um papel e uma poesia, e algum lugar
Um sonho para o dia enfeitar

Feito flor presa ao cabelo da menina
Estrela que com tudo combina
Poema curto, feito de rimas
E horas passando, inquieta sina...

Meri Viero