segunda-feira, 22 de agosto de 2016

QUERIDA NOITE...

Sei que canta e me chama para adormecer...
Mas será que pode esperar só mais um pouco?
Antes do olhar se fechar, ainda preciso escrever
Para ver, se um coração, que está longe, toco...

Se dorme, sussurrarei, na certeza de ser ouvida,
Se acordado, escutarei, palavras ao meu coração;
E assim, amor segue eternizado, ninguém duvida,
Da certeza de cada linha dessa minha inspiração.

Querida noite, espere só mais um pouquinho...
Prometo logo me aninhar, feito pássaro no ninho,
Que sonha, com um novo amanhecer, para cantar;
E suas asas, emprestar cor, quando ao céu, voar...

Meri Viero