terça-feira, 5 de julho de 2016

LIKE


Alguns humanos se recobrem de uma capa feia
Independente da beleza, desaforam até a vida
Vejam alguns  comentários de  certas matérias
Não há respeito, e as palavras pagam, sofridas

Expostas ao vento, impropérios, e desrespeitos
São gritados como loucos, por seres escondidos
Parece que filtros não funcionam, e os sujeitos
Ocultos; expõem  maldades, em like garantido

Na era digital, bom senso e gentileza esquecida
Geram revolta àqueles que a possuem, é triste
Ver que tecnologia também cria seres, que existem
Para não raciocinar, feras soltas nos são oferecidas

Deixem a notícia, o texto, se não gostam, não leiam
Internet não precisa ser um campo de gladiadores
Pois comentários, de dez, dois não tem dissabores
O resto são disputas de palavrões, que só enfeiam

Nada escapa, nem Deus, e nem  a perda de alguém
Uma notícia científica, matemática,  nossa gramática
Tão querida, é quase destroçada, vai bem mais além
Que mude isso, filtrem direito, mais paz nessa prática.

Meri Viero