quarta-feira, 15 de junho de 2016

INVERNO


Oh! Meu querido, sei que logo acordarás
Tenho feito silêncio, pra não te assustar
Assim ao abrir teus olhos, sereno vai ficar
E quem sabe resolva diminuir esse abraçar 

Gélido, mas nunca indiferente, viu sombras?
Foi teu amigo que veio tão forte, se mostrar
E alguns que vivem ao relento e de sobras 
Não conseguiram numa noite se esquentar 

E partiram, por isso, acorda de bom humor
Cobre grama de geada, depois faz sol brilhar
Esquenta a paisagem, fica entre nós, sem dor
Que o rigor de ti, também sabe deixar no ar.

Meri Viero