terça-feira, 20 de outubro de 2015

POETA...

Que inventa, cria, ri da vida, chora com dor, sem dor,
Versa o amor, planta sementes, colhe flores e poesia;
Oferta perfumes,  versos que contagiam, eis o seu dia,
Outubro, uma data toda especial, para esse ser voador...

Asas invisíveis, poemas aquarelados em papel virtual,
De linhas imaginárias, vai pontilhando esperança e fé;
Sorve das palavras, como quem aprecia um bom café,
De todos os dias do ano, um para ti, uma data especial...

Ao poeta que alinhava versos, e borda poemas da alma,
Que se entrega, se eleva, se embriaga de poesia sentida;
Que perde a razão, entrega o coração, perde até a calma,
Indignado, outras, apaixonado, segue versando esta vida.

*Parabéns aos poetas, pelo 20 de outubro, Dia do Poeta.

Meri Viero