domingo, 13 de setembro de 2015

HOJE NÃO VOU CHORAR













Se for para chorar... rio de águas claras,
Vai em águas  calmas, a tristeza levando;
Lavando as  águas  salgadas, e tão caras,
Feito a água, que um rio vai embalando...

Sem chorar... rio daqui, de lá, de todo lugar,
Que vai deslizando em curvas bem devagar;
Murmurando aos ribeirinhos só pra encantar,
Feito o versinho pequenininho a nos inspirar...

Choro que rio tragou, quando  a felicidade,
Por vezes vem, apronta, e poema discreto;
Desliza em palavras nas águas da amizade,
De amor, alegria, que te trazem para perto.

Meri Viero