sexta-feira, 28 de agosto de 2015

PAR...









De vasos, de sapatos, de meias, de  luvas,  de brincos
Dois amores, dois corações, duas portas, dois trincos
Duas chaves, duas flores, duas  blusas,  e  dois cintos
Par de tantas coisas, duas  taças e  dois vinhos tintos

E a vida  seria perfeita,  terna união,  nada de solidão
Duetos apaixonados, tendo a bela lua por testemunha
Sintonia perfeita, no mesmo compasso de um coração
O anel  e o  dedo, a boca e o segredo, o mate e a cuia.

Tudo tão belo, a poesia e o verso, terra e céu, sol e mar
O Criador e o universo, o amor e o verbo, o fogo e o ar
Tudo perfeito em preciosos detalhes, entalhes  de amar
Mas a noite  terminou  em ímpar, deveria  ter sido par...

Meri Viero