terça-feira, 12 de maio de 2015

AQUARELAS POÉTICAS
















Misturamos as lembranças do que fomos,
De quem somos, sem saber o que seremos;
Olhamos estrelas, da laranja repartimos gomos,
Pintamos aquarelas em letras diferentes e temos...

A poesia dentro de nós, que move nossa hélice,
Conforme o vento vira, trazendo lágrimas e rimas;
Dependentes da dor, da alegria que cada dia oferece,
Assim da realidade da vida, fazemos matéria-prima...

Para poemas que o coração vai tecendo,  e  os fios,
Vão colorindo o nosso mundo em tão presente pincel;
Invisível porém, para determinados olhares mais frios,
Que veem pedra, em todo lugar, até mesmo no céu.

Meri Viero