quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

QUEBRA-CABEÇA

Tenho um quebra-cabeça que preciso montar,
Algumas peças já se encaixaram, mas confesso;
Há dificuldade em terminar esse trabalho, e peço,
Se puder e quiser, pode me ajudar, é só tentar...

Já percebi como é bela a imagem, colorida, viva,
Mas cada vez que estou quase terminando, venta;
Esparrama peças pelo chão, então se achar, avisa,
Sou teimosa, uma peça cai, uma nova se assenta...

Mas o labor tem demorado tanto pra se consumar,
E por vezes quase desisto, e tenho vontade de parar;
Mas olho a imagem novamente e a beleza distorcida,
Me encara de frente, e outra vez, lá estou a montar...

Meri Viero