quarta-feira, 17 de setembro de 2014

IMPULSIONANDO CAMINHOS

De uma hora pra outra veio o vento...
e tempestuoso, parecendo ciumento,
varreu todo o verde e fez tudo triste;
até o que antes era alegria, mas resiste,

embalada pela fé e a esperança viva,
permanece acalmando o ruim temporal;
que muda a direção, alto mar e coral.
fica os escombros e uma alma rediviva;

que recupera forças e segue, sozinha,
tem muito para ser feito, mas caminha;
pede que o tempo seja menos rabugento,
pare de reclamar,  pare com os lamentos;

os feitos não são para ser expostos em vitrine,
só para Deus é importante as obras realizadas;
as palavras machucam, mas são cicatrizadas,
impulsionam para que não pare, mas caminhe.

Meri Viero