terça-feira, 9 de setembro de 2014

BELA LUA

O pensar flutua nas ondas do mar...
A lua tão cheia de si, está a olhar;
Reflete desejo de ali também estar,
E no toque perfeito faz ele brilhar.

Os pés descalços descansam enfim...
O sol resolveu dormir, ela acordou;
Noite agradecida a brisa emprestou,
E a pele alva  se banha  em marfim.

Estrelas tímidas, aqui e ali, piscam...
Compõem o quadro belo e mágico;
E a escuridão recolhe seu ar trágico,
Lua e mar por um instante se tocam.

Meri Viero