sexta-feira, 9 de maio de 2014

A VOZ DO CRIADOR

Que a paz perdida retorne no dia e permaneça,
Que nesse outono a primavera ainda apareça;
Majestosa menina impondo suas lindas cores,
E esparrame nessa terra o colorido das flores.

Que os pássaros voem libertos nesse céu azul,
E espalhem belas notas musicais aqui no sul;
Que as águas puras das fontes matem a sede,
Do homem que passa pela vida e que se rende...

As belezas que fortalecem a matéria e a alma,
E no burburinho da natureza consegue ouvir a voz;
Do Criador manifestando seu poder e sua calma,
Lembrando aos homens que nunca estarão sós.

Meri Viero